quarta-feira, 5 de junho de 2013

#238

Large

05 de Junho de 2013, algures por  aí,

Olá,

Alguns dias que ando a pensar em escrever-te algo, em contar-te tudo o que se tem vindo a passar dentro de mim nos últimos meses e sinceramente nem sei bem como dizer tudo isto.
Sinto que dez meses e nove dias depois de tudo, tu ainda és um mundo por descobrir, todos os dias que passam tenho mais certezas de que te amo e que tudo o que tenho vindo a passar do teu lado tem valido tão a pena. Sei bem que posso confiar em ti, pois além de meu namorado és meu amigo e saber que tenho alguém do meu lado como tu significa muito.
Depois de todo este tempo, orgulho-me tanto de ti. Mostras-te ser em parte diferente de todos os rapazes que eu já conheci, mostraste-me que és protector e que acima de tudo estás disponível para mim, e para os meus problemas e que não te importas de me abraçar e esperar que eu me acalme quando sinto que tudo está a correr mal.
Sei bem que nem sempre sou fácil de lidar, que te tiro do sério muitas vezes e que principalmente não consigo conter os meus ciúmes, mas mesmo que eu te peça desculpa de que vai adiantar? De nada mesmo, porque sei bem que passados uns tempos eu vou fazer igual, não é por mal mas tenho medo de te perder e só de pensar nisso fico com medo e por isso muitas das vezes reajo daquelas maneiras.
Não me quero estender muito mais, apenas te vou pedir para continuares dessa maneira, para continuares amar-me todos os dias como eu te amo a ti e que nunca esqueças que és tudo para mim e que tu sem dúvida alguma vales muita a pena.

Com amor, Sara.